Governo do MS descredencia 19 bancos que faziam empréstimo consignado a servidores

O governo do Estado do Mato Grosso do Sul descredenciou 19 instituições financeiras que faziam empréstimos consignados aos servidores públicos estaduais. A relação de convênios rescindidos está publicada na edição desta sexta-feira (11) do Diário Oficial.

O ato baseou-se em decreto de 2010 que garante por três anos a exclusividade do Banco do Brasil para realizar este tipo de operação.

Foram alvo da rescisão os seguintes agentes financeiros: Caixa Econômica Federal, Banco Rural, Cruzeiro do Sul, HSBC, Panamericano, Daycoval, Cacique, Santander, Finasa, Banco Mercantil do Brasil, BMG, BV Financeira, BGN, Oboé, Cocresul, Bancoob, Banco Safra, Intermedium S.A., Paraná Banco.

Circular do Banco Central do Brasil proibiu em janeiro de 2011 a celebração de contratos de exclusividade para instituições financeiras, mas os contratos já firmados entre entes públicos e bancos serão mantidos.

Fonte: Midiamax